Vila Cova de Alva

Estórias e Factos

Voltar | Localização | Produtos | História | Território | Natureza | Estórias e Factos | Património

 

Vila Cova de Alva

O mecenas do convento
De acordo com a lápide tumular no transepto da igreja do convento, Luís da Costa Faria doou todos os terrenos, 40$000 réis para a alimentação da comunidade que construiu o imóvel, várias casas na vila e três mil cruzados de dinheiro a juro, em troca de sepultura no lado da Epístola, junto à Capela de Nª Srª da Conceição, cuja imagem também mandou executar numa oficina do Porto. Entrou para o convento em data incerta e aí veio a falecer no dia 19 de Abril de 1730.

O Convento e a terceira invasão francesa
Numa relação pormenorizada efectuada pelo Padre Manuel Lopes Graça sobre os efeitos da passagem das tropas francesas em 1811, é referido que estas atacaram barbaramente o convento, em particular a sacristia, estragando os arcazes e respectivas gavetas, queimando a roupa branca e ornamentos, roubando o Santo Lenho e várias relíquias, profanando os altares da igreja e rasgando o psaltério e o antifonário. A imagem do Senhor dos Passos foi profanada, tendo-lhe sido arrancado um braço. O órgão ficou afectado pela remoção de alguns tubos.

Convento construído com madeira da Mata da Margaraça
Em 1713, o Bispo de Coimbra, António de Vasconcelos e Sousa, efectua doação de vários bens para a construção do convento, nomeadamente madeira da Mata da Margaraça (actualmente incluída na Paisagem Protegida da Serra do Açor), que na altura lhe pertencia.

O arquitecto do convento
Será de João Coelho Coluna - um frade ou leigo natural de Alvito - a autoria do projecto do convento.  A pedra tumular da sua sepultura na galilé da igreja do Mosteiro possui a data 1756.

Uma aldeia com romance
“Vale de Crugens”, de 1958, da autoria de Mário Braga, não é mais do que Vila Cova do Alva. Mais novela que romance, acompanha o personagem Maria da Natividade, nome que é o mesmo da padroeira da aldeia. Fala-nos da "casa do convento vasta e com um torreão em bico em cada canto""antigo mosteiro de frades", do negro poço da Fraga no rio, dum Zé dos Peixes, dos músicos a ensaiar na Casa do Povo; das notícias da cheia que vêm de Avô e em Pomares a força da corrente "arrastara um ror de Oliveiras", o mesmo acontecendo nas freguesias de Arganil; fala-nos que os homens vão para Lisboa procurando "uma vida mais limpa", partindo com a vontade de voltar para montar um negócio na terra, mas que, realmente só regressam carregados de saudade.
(adaptado de www.miradourodevilacova.com)

A Confraria do Bucho (Arganil)
A criação e existência desta confraria - que desde 2006 promove o produto - tem muito a ver com as características distintas e com a fama da qualidade do bucho produzido em Vila Cova do Alva.

Factos

  • Habitantes permanentes: mais de 100
  • Nome dos habitantes: vilacovenses
  • Padroeiro: Nossa Senhora da Natividade
  • Ex-libris: Rua Quinhentista

Onde dormir

Hoteis em Vila Cova de Alva. Reserve o seu Hotel!
Hoteis em Vila Cova de Alva. Reserve o seu Hotel!
Os melhores Hoteis e Alojamentos disponiveis perto de Vila Cova de Alva. Sem Taxas de Reserva. Garantia de Melhor Preço. Reserva Segura. Confirmação imediata.